top of page

Na compra de qualquer produto participante, ganhe uma impressão certificada "embaralhando a carne e a alma" em tamanho A5! E, para que seu presente fique ainda mais especial, todos os livros serão enviados assinados e com um singelo desenho original na folha de rosto. 

 

Livro — Enquanto a luz durar + Livro — Para Sempre, Nunca Mais

O novo livro Enquanto a luz durar é uma coletânea da longa série que venho desenvolvendo durante a última década. Apresenta uma curadoria de mais de 60 trabalhos, em sua maioria pinturas a óleo, em uma edição de luxo em grande formato, com capa dura e outros acabamentos especiais, e prefácio de Flávio Ricardo Vassoler.

          As primeiras pinturas e estudos desta série, datam de 2014. Nasceram de uma cena que, por conta do acaso, me apareceu; um homem cadeirante que passeava com seu pássaro engaiolado. Desenhei essa cena de memória e posteriormente a pintei. Após este incidente, aconteceu algo que costumo tratar como "tirar um siri do balaio": você tira um e os outros vem dependurados (este desenho fundamental daria origem a todos os outros). O cadeirante misterioso me ensinou algo sobre pintura que mudou minha vida para sempre.
          Nesta época estava em vias de elaborar meu TCC em Artes Visuais, que veio a calhar para organizar um primeiro ensaio teórico ilustrado amarrando esta série. Em 2015 apresentei o projeto (a série de desenhos, acompanhada de poesias e também de sua fundamentação teórica, na forma de um pequeno livro), obtendo nota máxima e uma lisonjeira sugestão de publicação (que não conseguiria tornar realidade na época). O TCC ganhou o título de Embruxados por conta de uma forte referência de Franklin Cascaes (um artista e folclorista de Florianópolis), que pesquisava a cultura oral do povo da ilha, permeada por diversas lendas sobretudo de bruxas, para transformar tudo em desenhos, versos e cerâmicas. Em paralelo a isso, publicava periodicamente nas redes sociais a medida em que ia desdobrando e construindo em meus cadernos esse processo.
          A esta altura eu trabalhava em uma editora e foi justamente pelas dificuldades que passei, principalmente no ambiente de trabalho, que consegui muitos motivos para os desenhos. Desenhos que foram reunidos e pela primeira vez de fato publicados, em um ensaio artístico intitulado Notas Visuais (2017). A publicação independente dessas angústias desenhadas e trianguladas sempre com uma frase, me deu autonomia para poder me dedicar integralmente a esse projeto autoral e me desligar de vez do trabalho que me angustiava. Em 2018 veio o segundo livro, intitulado Face a face com o abismo, dando um fôlego a mais e engrossando o caldo (de siri) desta série que já possuía então mais de uma centena de estudos e passou a ser tratada por "aforismos visuais", visto que o termo Embruxados parecia já não dar conta das atualizações do processo.

          Em 2020 publicamos o Diário de um pintor, com a reunião dos escritos poéticos e teóricos, além dos novos desdobramentos em desenho desta série, livro que trato carinhosamente como “livro branco”. E já em 2021, reeditamos em um único volume os dois primeiros livros de desenhos, com o acréscimo, finalmente, dos estudos contidos no TCC (Embruxados), coletânea intitulada Para sempre, nunca mais, o "livro azul".

          Temos agora o coração estético e teórico em dois volumes, tudo isso para fundamentar o que considero minha maior ambição como artista: a grande obra em pintura. Agora reunida e apresentada também na forma deste livro: Enquanto a luz durar. O projeto gráfico e a organização deste livro são pensados e desenvolvidos a quatro mãos, em parceria com meu amigo Roberto Klaumann. Quando fechado, é um livro todo preto — inclusive com as laterais das folhas pretas; portanto um bloco maciço de pura escuridão cuja capa é ilustrada pela obra que dá o nome ao próprio livro. Na pintura um homem-vela está a meio caminho de derreter, feito metáfora da finitude e do percurso que é ser. Quando aberto, a luz da vida e do mundo ilumina as pinturas que são bastante coloridas em detrimento do livro fechado.

 

Especificicações (Livro —Enquanto a Luz Durar):

Tamanho: 23,5 x 26,5 cm

Aproximadamente 208 páginas

Miolo em papel couchê fosco 150 g/m²

Capa dura

Edição bilíngue: português/inglês

 

--

 

Para sempre, nunca mais é o título da coleção que reúne os livros Notas Visuais (2017) e Face a face com o abismo (2018), agora reinterpretada e acrescida do inédito Embruxados e apresentada em um único volume.

 

     Estes livros lançados em 2017 e 2018 através de projetos de financiamento coletivo foram o desdobramento da monografia intitulada Embruxados apresentada em 2015, que recebeu nota máxima pela banca e uma lisonjeira sugestão de que fosse publicada (sugestão que só agora venho de alguma maneira a acatar). 

     A monografia era antes de mais nada um ensaio que reunia meus estudos e referências pretendendo pela primeira vez lançar mão de uma fundamentação estética e conceitual que tivesse força para reunir em torno de si as bagagens e sequelas posteriores de um processo contínuo. Com a ambição clara de construir um corpo de obra em pintura e os primeiros estudos pavimentando o caminho, foi como puxar um siri do balaio — os outros vêm dependurados. Assim surgiram mais de uma centena de breves trabalhos, principalmente em desenho, que experimentaram e abriram espaço para algo que gosto de chamar de meu estilo.

      Em 2020 foi lançado o livro Diário de um pintor que reúne textos de meus cadernos e reorganiza a parte escrita de meus estudos em uma bela edição de capa dura. Contudo, mais de 20 estudos em grafite que pertenciam ao Embruxados continuam engavetados, estudos que são a verdadeira gênese desta longa série. Com as primeiras edições dos livros Notas Visuais e Face a face com o abismo esgotadas há algum tempo, decidi então que era hora de fazer uma reedição que desse conta de toda a parte de estudos em desenho que precedem o Diário de um pintor. Um livro agora em um único volume e com um conteúdo anterior inédito, reorganizado com algum distanciamento e maturidade, em formato menor e capa dura, pensado como uma pequena joia que apresenta a obra em sua forma mínima e mais fundamental, apenas os desenhos em grafite acompanhados de seus títulos.

 

Especificicações (Livro — Para Sempre, Nunca Mais):

Tamanho: 14,5 x 16 cm

Páginas: 280

Capa dura com laminação soft touch

Miolo em papel couché fosco 150 g/m²

 

-

A postagem pode ser efetuada em até 10 dias úteis após a confirmação do pagamento (embora nos esforcemos para realizá-la o mais rapidamente possível). Não se esqueça de selecionar o método de envio de acordo com a sua urgência.

-

Livro — Enquanto a luz durar + Livro — Para Sempre, Nunca Mais

SKU: LQALDPS
R$ 298,00 Preço normal
R$ 230,00Preço promocional
    bottom of page